As tendências do Marketing Digital para 2016

01-aprov-post tendencias para 2016

Com o mercado evoluindo e se transformando constantemente, toda empresa que pretende ter um bom retorno do seu público precisa estar atenta e dentro do segmento que mais cresce, evolui e traz retorno, o marketing digital. Listamos algumas tendências do marketing online previstas para o ano de 2016:

Marketing de conteúdo: Criação de conteúdo interessante e dinâmico. Ele é importante para manter os clientes interessados no produto. Criar conteúdo relevante se mostra cada vez mais fundamental para qualquer estratégia de marketing.

Sites mais responsivos: Os sites terão de se adaptar a cada tipo de plataforma de acesso, ou seja, computador, celular ou tablet. É muito importante que a marca esteja ao alcance do cliente, em qualquer lugar e momento.

Uso de redes sociais especializadas: Com uma grande diversidade de apps, estar em todos os espaços se torna necessário. É cada vez mais frequente a presença das marcas em redes sociais como: Snapchat, Instagram e Vine, por exemplo.

Uma nova forma de “fale conosco”: É indispensável, procurar estar próximo do público. Assim, as marcas usarão mais frequentemente canais antes não muito explorados de comunicação, como o próprio Messenger do facebook, Skype, Hangouts…

Conteúdos mais interativos: Quando o público pode interagir com a marca, ele se sente parte dela, fazendo assim com que se crie quase que uma relação de afeto, e também fidelidade.

Seguir esses passos significa, dar um salto no mercado à frente dos concorrentes e fazer sua marca crescer, tanto nos resultados em números, quanto a imagem dela.

 Fontes:

http://revistapegn.globo.com/Dia-a-dia/noticia/2016/01/5-tendencias-de-marketing-digital-para-ficar-atento-em-2016.html

http://www.midiatismo.com.br/midias-sociais/tendencias-de-marketing-em-midias-sociais-para-2016

Já conhece a W2M? Somos especialistas em marketing digital e acreditamos que nossa maior missão é fazer nossos clientes obter maior retorno e satisfação dos seus clientes, assim todos somos mais felizes.
Curta nossa página: https://www.facebook.com/agw2m?fref=ts
Ou visite nosso site: http://www.agw2m.com.br/

Marketing de Conteúdo

O marketing de conteúdo é um meio de engajar o público alvo e clientes em potencial pela criação de conteúdo relevante e valioso, assim criando uma visão positiva de uma marca e levando a ação, ou seja, atraindo mais vendas. Os principais objetivos do marketing de conteúdo são o reconhecimento da marca, a geração de leads (contatos) e a retenção de clientes.

mkt-conteudo-publicitariadigital

As maneiras mais usadas para a criação desse conteúdo são blogs e posts (como este), as mídias sociais que usamos todos os dias e os materiais ricos. Dados apontam que 60% dos consumidores se sentem mais confiantes a respeito de uma marca após ler conteúdo personalizado em seu site. Entre os principais elementos do marketing de conteúdo estão:

  • O blog: muito bom para estar conectado com os clientes, expandir a presença online da marca e adquirir novos consumidores;
  • O e-mail marketing: Deixando de ser apenas um canal de vendas direta, agora são usados para promover este conteúdo relevante para o público;
  • Infográficos: Os infográficos apresentam informações complexos de forma rápida, clara e bonita. À medida que o mundo fica mais complexo, e somos submetidos a muitas informações, essa é uma das formas mais simples de transmiti-las ao público;
  • Mídias Sociais: Um importante pilar para o Marketing de Conteúdo. Criando conteúdo no qual seja de cunho diferenciado, você tem um canal importante para qualquer empreendedor.

Fonte: rockcontent.com

Já conhece a W2M? Somos especialistas em marketing digital e acreditamos que nossa maior missão é fazer nossos clientes obter maior retorno e satisfação dos seus clientes, assim todos somos mais felizes.
Curta nossa página: https://www.facebook.com/agw2m?fref=ts
Ou visite nosso site: http://www.agw2m.com.br/

Nova forma de pensar Marketing o “Inbound Marketing”

Marketing tradicional não esta desaparecendo, quando falamos: nova forma de pensar marketing! Devemos considerar que o leitor deve colocar-se sobre esta premissa, porque muitas estratégias de marketing tradicionais e conceitos básicos dos anos 1970 e 1980 se aplicam aos meios digitais, com novos nomes. Não vivemos um momento de conflito entre teorias, mas de evolução, porque os seres humanos, quanto público alvo, continuam sedentos por satisfação quando consomem produtos, serviços ou mesmo sonhos e informações tornando-se mais felizes. Então se você se dispõe a ler até o final este post, saiba que a W2M defende o equilíbrio e como profissionais de marketing consideramos a interação e a adequação entre conceitos mais coerente e eficiente. Entenda Inbound e Outbound:
Inbound Marketing é uma forma de pensar relativamente nova, baseada na ideia de criação e divulgação de um conteúdo de qualidade direcionado para um público específico, utilizando táticas de marketing online.
Já o Outbound Marketing, ou “velho marketing” é qualquer tática de marketing que “empurra” produtos e/ou serviços para os clientes.
A diferença entre eles é visível no comportamento dos consumidores hoje em dia. As pessoas estão cada vez mais no controle de quais informações recebem e como as recebem. No Outbound, quem está no controle é a empresa e não o consumidor.

capa

1. Abaixo algumas características deste meio de marketing:

Inbound Marketing
• Responsável por mais de 90% dos cliques na web.
• Baixo custo médio para adquirir um novo cliente.
• “Alimentado” pela criatividade, talento e esforço.
• Comunicação interativa e em via dupla.
• Cliente vem até você através de ferramentas de buscas, referências e mídias sociais.
• Empresas fornecem valor.
• Empresas visam entreter e/ou educar.
• Utiliza SEO e listas de e-mails.
• Apoia/patrocina eventos.
• Imprensa e Relações Públicas.
• Boca-a-boca e marketing viral.
• Criação de conteúdo e marketing.
• Conteúdos de vídeo.

Outbound Marketing
• Responsável por menos de 10% dos cliques na web.
• Alto custo médio para adquirir um novo cliente.
• “Alimentado” pelo orçamento e repetição.
• Comunicação é unidirecional.
• Clientes são procurados, através de impressões, TV, rádio, banner e anúncios.
Empresas fornecem pouco ou nenhum valor agregado.
• Empresas raramente visam entreter ou educar.
Spam e listas de e-mails pagas ou alugadas.
• Outdoors e publicidade ao ar livre.
• TV, rádio e anúncios impressos.
• Comentários Spam em blogs, sites e fóruns.
• Uso de banners e exposição de publicidade.
• Publicidade em vídeo.

2. Formas de mostrar sua marca e/ou produto no mercado, utilizando o Inbound Marketing:

• E-mail: Um bom e-mail marketing é a base é a base de toda a estrutura, é a apresentação da empresa.
• Seo: É através dele que você consegue ser encontrado por seus leitores.
• Mídias sociais: Suas mensagens são compartilhadas rapidamente nas mídias, podendo ser alcançadas vários públicos.
• Blogs: A essência da comunicação. São eles os responsáveis por fazer um leitor de primeira viagem, continuar acessando seu site várias vezes. Conquiste um leitor com conteúdo.

3. As cinco essências de sucesso no Inbound Marketing:

• Planejamento
• Alcance
• Ação
• Conversão
• Engajamento

Por tanto, o Inbound Marketing é uma estratégica ferramenta que está mudando a comunicação nos negócios, não ignorando o Outbound mas considerando o equilíbrio entre estratégias e a grande diferença de investimentos x retornos e interação com o seu cliente.

Aposte nela, conquiste seu leitor e você terá um futuro cliente. Considerações e agradecimento por informação: http://viverdeblog.com/inbound-marketing/
Já conhece a W2M? Somos especialistas em marketing digital e acreditamos que nossa maior missão é fazer nossos clientes obter maior retorno e satisfação dos seus clientes, assim todos somos mais felizes.
Curta nossa página: https://www.facebook.com/agw2m?fref=ts
Ou visite nosso site: http://www.agw2m.com.br/

Em tempos de Crise invista no Marketing Digital

02-aprov-imagem

Comprar e vender ? é isto que movimenta o mundo.

Mas em tempos de crise, como vender?

Para responder a estes questionamentos recorremos ao MARKETING que é um conjunto de métodos e técnicas destinadas ao desenvolvimento das vendas. Com ele definimos a criação e desenvolvimento de produtos ou serviços além de estratégias de comunicação para se destacar da concorrência.

Em tempos como esse é que percebemos o quanto é importante cortar gastos e é aí que entra a ajuda das agências de comunicação e marketing. O que para alguns é “supérfluo”, para outros é o que trará mais visibilidade para sua empresa.
Aumentar os investimentos em marketing digital, é o fará às empresas ganharem terreno e confiança do consumidor, já que muitas marcas estão recuando e deixando de investir em algo de constante crescimento.

Segundo Xerques Marques, fundador da NAMP, em uma matéria concedida para um blog, ele cita que diante desta crise, “o marketing é o coração da empresa, ele tem o objetivo de ajudar no lucro. Atualmente o consumidor pesquisa mais, e pensa mais antes de tomar a decisão, e momentos como este são propícios para aquelas empresas que investem.” São momentos como esses que as empresas precisam de ações mais eficazes para convencer os clientes a consumirem e posicionar-se frente aos seus concorrentes.

Para isto, é de suma importância sabermos a hora de utilizarmos desta ferramenta, compreendendo as necessidades e interesses de cada cliente e do mercado de trabalho.

Por estas razões, podemos dizer que não caiam na armadilha de reduzirem seus investimentos em marketing, só porque as vendas estão baixas. É justamente nessa situação que você deve investir mais ainda para atrair clientes e seu negócio dar certo!

Caso você ainda não tenha uma estratégia de marketing digital, pense seriamente em investir neste segmento.

A seguir podemos conferir algumas estáticas sobre a importância do marketing digital perante a crise:

Tendências:

– Pesquisas do eMarketer, 86% dos profissionais de Marketing estarão investindo mais em Marketing de Conteúdo neste ano de 2015. Então se sua empresa se encontra nestes 14%, infelizmente perderá espaço para a concorrência.

– Mídia social: os orçamentos para mídia social devem dobrar nos próximos 5 anos.

– Eventos: 67% dos profissionais de marketing de conteúdo B2B consideram eventos de marketing como a estratégia mais eficaz.

Resultados Reais:

As ações de marketing digital permitem uma mensuração real das estratégias, por exemplo, você cria uma campanha no Facebook para atingir 2000 mulheres na sua cidade com idade entre 18 e 25 anos e investe R$15 para essa ação. Durante a execução é possível acompanhar se os resultados estão sendo alcançados e ao final da campanha têm-se dados reais para tomada de decisões, ou seja, será possível ver se seu anúncio realmente chegou a essas mulheres e quais foram às ações decorrentes dessa ação.

– 55 % dos anunciantes aumentaram seus orçamentos de marketing digital este ano.
– Conteúdo visual é processado pelo cérebro 60 mil vezes mais rápido do que o texto.

“Hoje o mundo não é mais apenas off-line, mas também não se tornou um mundo apenas online, trabalhar de forma integrada estratégias de comunicação e marketing, online e off-line, é fundamental para o sucesso de um negócio” Segundo Xerques Marques, fundador da NAMP.

http://mercadowebminas.blogspot.com.br/2015/08/em-tempos-de-crise-invista-no-marketing.html

http://www.empreendedoresweb.com.br/como-se-preparar-para-a-crise-de-2015/

http://cooperative.com.br/em-tempos-de-crise-va-de-marketing-digital/

Já conhece a W2M?

Curta nossa página: https://www.facebook.com/agw2m?fref=ts

Ou visite nosso site: http://www.agw2m.com.br/

Amizade no trabalho

01-aprov-amizadeSão Paulo – Amigos, amigos, negócios à parte? Não é assim que as coisas funcionam no mundo corporativo hoje. Uma pesquisa mundial feita pela rede social LinkedIn com 11 500 pessoas revelou que 46% dos profissionais se sentem mais felizes quando são amigos dos colegas de trabalho.

Matéria completa no link http://exame.abril.com.br/revista-voce-sa/edicoes/19702/noticias/amigos-de-escritorio

Vamos aos pontos positivos do apontamento de pesquisa, sim amizade é sempre bom, sinceridade, honestidade e transparência, assim como: aquele feedback na hora certa de um colega-amigo, pode ajudar qualquer profissional a prosperar na sua carreira.

Mas é preciso valores para ser amigo no trabalho, porque na hora em que surgem cobranças, metas ou mesmo oportunidades de promoção, aumento de salário. Neste exato momento é que a amizade profissional é colocada à prova. Pessoas boas e ruins existirão sempre, e a busca por evolução pessoal e profissional faz parte da nossa existência, é essencial para que o eixo principal da terra permita que este mundo gire. Eixo pautado em valores que devemos buscar. Assim acreditamos humildemente que deva ser.

É compreensível as falhas humanas, erros, equívocos, má interpretação ou problema pessoal fora do trabalho, porém, no ambiente de trabalho convivemos com interesses diferentes em conjunto as ideologias e exigências profissionais da organização, e o desafio para uma boa amizade profissional é equilibrar, o trabalho, a vida pessoal e a amizade. Ter claro, junto aos demais integrantes da equipe, os mesmos interesses e métricas de exigência, assim não surge margem para muitas discussões improdutivas que podem abalar a amizade. Por parte da empresa também é importante valorizar a equipe, desenvolver um plano de crescimento profissional muito claro e objetivo, assim proporcionando a todos a chance de crescer de forma igualitária. Dependendo é claro, dos interesses pessoais, a estes um bom amigo pode intervir, mas cada profissional escolhe ser assertivo ou não. Meu sonho é que no futuro todos sejamos amigos, dentro e fora do nosso ambiente de trabalho, penso no ser humano como algo mais sagrado do que “picuinhas” improdutivas e desgastantes, mas admito que muito devemos, evoluir e melhorar para que este sonho se torne realidade. E que tenhamos claro que: é de total importância que estejamos fazendo o que gostamos, ou encontrar muito valor no nosso trabalho, por mais que não seja perfeito, por que a amizade não faz milagre e o desinteresse pelo trabalho pode prejudicar tanto os amigos quanto a empresa a qual o profissional está inserido.

Concluímos com frase do Mario Quintana:

“Há 2 espécies de chatos: os chatos propriamente ditos e os amigos, que são os nossos chatos prediletos.

Mario Quintana

Chatos ou não, a amizade ainda é melhor, e nada melhor do que aquele chato que, de tão chato, faz a gente melhorar e empurra nosso corpo para que tenhamos ação, continuando ou mudando.

Empreender para romper com a crise

O que já mudou em função da Internet e o quanto empreender estratégias é importante para empresas e humanidade.

O pesquisador brasileiro Ronald Lemos acredita que as mudanças na sociedade devem partir de empreendedores sociais, pessoas com capacidade e conhecimento para transformar pequenos problemas de suas cidades, estados e país. Segundo ele também, onde o poder público falhou por décadas, a tecnologia está inovando.

Informação curiosa, no Brasil, 75% dos empreendedores digitais são do sexo masculino. Eles têm entre 20 e 30 anos de idade (61%) e pertencem às classes A e B (86%). Com tantas classes distintas no país, ainda temos muito gente que pode agregar valor e implementar inovação no mercado o ideal é evoluir, independente de classe social, raça ou sexo. Empreendedores motivem empreendedores “um pequeno apelo” não vamos focar no problema da crise e sim transformar este senário.

O conhecimento já está distribuído na internet, precisamos apenas conseguir transformar essa informação gratuita em algo realmente útil para a sociedade.

Acabar com crise.

Sim é possível melhorar o país.

O empreendimento digital já mudou muita coisa, está mudando outras e deve mudar ainda mais, mas depende das pessoas correrem atrás de todo o seu potencial.

Conclusão: em tempos de crise empreender é a melhor forma para promover crescimento em um país. Assim contribuindo para o desenvolvimento econômico e social. Como Colaborador de uma empresa pode-se empreender internamente gerando novas ideias ao Gestor e incentivando uma politica de renovação constante para melhor driblar as dificuldades que encontramos no nosso dia, melhorando nossa qualidade de vida.

Visite nosso site: http://agw2m.com.br/

Curta nosso facebook: https://www.facebook.com/agw2m

Propaganda mobile no brasil: será?

Propaganda mobile ainda não conquistou os brasileiros

Pode-se dizer que as empresas ainda estão aprendendo a elaborar suas estratégias de marketing para dispositivos móveis. Foi o que relevou um estudo encomendado pela Pagtel, empresa brasileira pioneira no segmento de pagamentos móveis, para a Mobi.life, empresa do grupo E.life especializada em dispositivos móveis. Além de mapear o comportamento do consumidor, a pesquisa Brasileiros e o M-Commerce dedicou-se também a entender como as pessoas recebem as propagandas via mobile. “Decidimos entender melhor o mobile marketing, pois nota-se um grande crescimento de campanhas para dispositivos móveis e torna-se cada vez mais importante entender como o consumidor vê e assimila essas propagandas que recebe em seus dispositivos móveis”, comenta Felipe Lessa, diretor de marketing e produtos da Pagtel.

Publicidade Mobile

Mobile no Brasil em inicio mas ascensão.

De uma forma geral, as propagandas mobile são muito mais criticadas do que elogiadas pelos usuários. Mensagem de voz é o tipo menos bem visto (88% não aprovam a mensagem recebida), seguido por banners em jogos (74% desaprovam) e banner em aplicativo (70% não apreciam o conteúdo). De acordo com a pesquisa, o que mais desagrada nas campanhas mobile é a propaganda não autorizada pelo usuário, sobretudo para SMS. O mais intrigante é que, apesar do SMS ser o meio menos aceito pelos usuários, ele ainda é a forma mais usada pelas empresas para “conversar” com o consumidor – cerca de 88% dos entrevistados já receberam algum tipo de propaganda desse tipo. Outras queixas de quem recebe conteúdo de marketing pelo dispositivo móvel são: conteúdo desinteressante, sensação de invasão, alta frequência de recebimento de mensagens, insegurança em relação a vírus e hackeamento, sobretudo em banners.

O estudo apontou também que as propagandas móveis que mais geram engajamento são aquelas que apresentam conteúdo interessante, ou seja, quanto mais a empresa conhece o usuário e domina os meios móveis de comunicação, mais chances ela terá que conquistar esse cliente. “A pesquisa deixa claro a importância de se aliar a estratégia de marketing digital das empresas com Big Data. Quanto mais os anunciantes souberem sobre seus consumidores, maior será o retorno que ele terá da campanha”, explica Felipe Lessa. Outros pontos que atraem o usuário são o visual bonito da propaganda e a presença de opção de fechar ou apagar a propaganda.

Já banner em sites é o tipo de propaganda que mais gera engajamento em dispositivos móveis, com 56% das pessoas já tendo clicado na propaganda, interessado pelo produto ou serviço (55%), entrado no site do anunciante (54%) ou mesmo, buscado informações sobre o produto e serviços (50%). Além disso, um dado interessante da pesquisa mostra que, apesar da propaganda via bluetooth ser a menos recebida pelos usuários (5% apenas recebem por esse meio), ela ainda é a mais bem aceita por eles (71% dos que receberam conteúdo via bluetooth gostaram da propaganda).

Dados da Pesquisa:

Período – Maio e Junho de 2014
Número de pessoas – 480 pessoas
Abrangência – Nacional
Perfis dos entrevistados – Entre os respondentes 60% são mulheres, 38% tem entre 26 e 35 anos e 30% entre 15 e 25 anos, 34% pertencem a classe social B2 e 28% a B1. Além disso, 56% dos entrevistados são do sudeste, 18% do nordeste, 15% da região sul, 8% da região centro-oeste, 3% da região norte.

Redação Adnews

Fonte: http://www.adnews.com.br/internet/propaganda-mobile-ainda-nao-conquistou-os-brasileiros

Contrate uma agência completa: http://www.agw2m.com.br/

Curta e acompanhe: https://www.facebook.com/agw2m

W2M Marketing | Digital

Uma agência completa. Fone: 51 3718 1218